google-site-verification=ldFPMJs5-yw4C3ux8Xv8ENWEiUVKr0YQXFz1pwdIcXE
top of page

Anatomia do vestuário: como saber se uma roupa é sustentável?



Quando se fala em sustentabilidade, o objetivo final é chegar a um ponto de produção em que os aspectos ambientais, sociais e econômicos da manufatura sejam levados em consideração para garantir e proteger a sobrevivência da Terra e de suas espécies. Nos encontramos em um dilema que nos faz questionar cada pequena escolha como consumidores e é muito fácil nos perdermos no gigantesco fluxo de informações que circula nas redes sociais sobre se a marca e os objetos que estamos comprando são ou não parte da solução.


O primeiro passo para essa nova forma de consumo é buscar o custo real das roupas e a forma como são produzidas. Embora existam certificações de sustentabilidade, o fato de a legislação na área ser extremamente pobre em quase todos os países torna a criação de padrões muito difícil. Além disso, o movimento pela sustentabilidade ainda busca separar estudos e certificações dos investimentos das grandes empresas para que os resultados dos estudos sejam confiáveis. Até que haja uma legislação mundial sobre sustentabilidade, aqui estão alguns certificados e perguntas que podemos usar para identificar roupas sustentáveis.


Esta peça foi feita por uma Corporação B? Esta certificação tem como foco as marcas, com o objetivo de criar “uma economia global sustentável”, onde a marca deve atender alguns dos mais rígidos padrões sociais e ambientais.


Esta marca possui certificação de comércio justo? Como é sabido, se algo é barato demais para ser verdade, o preço deve ter sido pago no início da cadeia de manufatura. Esta certificação garante que a empresa está pagando salários justos e condições de trabalho seguras para agricultores e trabalhadores em países em desenvolvimento em todo o mundo.


Esta marca atende ao Padrão Têxtil Orgânico Global? O objetivo da certificação é encontrar um guia que garanta o status orgânico dos têxteis, desde a colheita das matérias-primas, passando pela fabricação ambiental e socialmente responsável, até a rotulagem, a fim de fornecer uma garantia credível ao consumidor final.


Esta marca atende ao GRS (padrão global de reciclados) ou ao RCS (The Recycled Claim Standard)? O GRS e o RCS são padrões internacionais de produtos que definem requisitos para certificação de terceiros de conteúdo reciclado, cadeia de custódia, práticas ambientais e sociais e restrições químicas.


Como dito antes, existem muitas certificações e é nossa responsabilidade analisá-las e perguntar a nós mesmos e às marcas: é honesto? Aplica-se a toda a cadeia ou apenas a uma área? Isso significa que o produto é realmente sustentável ou é green washing? A indústria está avançando com um novo paradigma à medida que continuamos pedindo opções mais ecológicas, não devemos parar de usar nosso poder como compradores.


Aqui estão algumas dicas para se lembrar ao comprar, além de procurar as etiquetas de certificação:

  • Escolha qualidade em vez de quantidade.

  • Escolha roupas tingidas ecologicamente.

  • Se possível, escolha fibra natural de origem sustentável ou fibra reciclada.

  • Considere alugar, comprar de segunda mão e fazer upcycling.

  • Escolha opções atemporais, pois elas poderão ser usadas no futuro.



Referências:

Certificado de comércio justo. Recuperado: https://www.fairtradecertified.org/



Certified B Corporation. Disponível em: https://bcorporation.net/



12 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page